Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Orixás

Nos dias e noites inquietas
Em que ouço os atabaques
E os cantos encantos das negras,
Meu sangue todo escurece.

Quem são os santos que dançam?
Quem são os filhos de Ogum
E as filhas que vestem o branco,
Que mães cantam a Oxum?

Quem desce e quem chama,
Qual o Cristo que não se ama?
São cantos de amor que me encantam,

São vidas vestidas num manto
São mães, são deus, são filhos de santo



                         
           

     
     
     
Rivelino Matos
Enviado por Rivelino Matos em 05/07/2006
Reeditado em 03/04/2010
Código do texto: T188017

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rivelino Matos
Euclides da Cunha - Bahia - Brasil
124 textos (6775 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 20:45)
Rivelino Matos