Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TODAY


Que me poupe o relâmpago.
Quero brilhar
Além das artérias infinitas
Que levam meus sonhos ao coração do céu.
Hoje vi que não dá para esperar o ônibus.
Escrevi esperando.
Quando ando pela cidade atormentada
Vejo que a hora de partir
Não me esperou.
Caminhei silencioso pela rua barulhenta
E o vai e vem
Foi e veio
Dentro e fora
Tantas vezes que não me dei conta de contar.
Sou um homem que conta as horas
E seus minuciosos segredos/segundos.
Um deles:
Permanecer quieto sorvendo as coisas
Que compõem a totalidade
Da ausência da vida.
Outro:
Atravessar todas as paredes
Enxergar além das redes
Que pescam sonhos e os transformam
Em embalsamados.
Mais um:
Visitar cada célula que pulsa
Perante a vida que é minha
E porisso a dou em gotas.
Hoje é um dia qualquer no calendário.
Hoje é um dia qualquer
Por falta de objetos.
Hoje nem é preciso escalpelar.
Estou careca de saber
Que não nos sobrará
Nem um papagaio empinado no ar.




Preto Moreno


Preto Moreno
Enviado por Preto Moreno em 05/07/2006
Código do texto: T188151

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Orivaldo Grandizoli). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Preto Moreno
São José do Rio Preto - São Paulo - Brasil
6765 textos (102454 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 05:01)