Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Balas de Café!

Pés no chão, todos os sentidos com frio,
Dedo na boca, mordida, coisas esquecidas,
Como quem tudo esquece com o passar do tempo,
Hora fugitiva, maneiras confusas, obliteração,
Coisas que são deixadas sempre para depois,
Aquele botão que se aperta todos os dias,
Toca telefone, orelha abaixo, fixo, pulso,
Bastão de dar em doidos, foro abduzido,
Todo íntimo parado na ponta da arma,
Rolling Stones chutando o rabo dos demônios,
Fumaça no fogareiro, ervas queimadas, céu,
Mais escuro sem estrela, a Lua fugiu,
Passante que acena no passo mais rápido,
O gesto que a solidão traga, mixa espécies,
Salta o vaso na corda sem estar bamba,
Depois da propaganda polítika, Alternativa volta,
Voltou para a caverna de mala & cuia, gestos,
Passou uma semana procurando o interruptor,
Cansou de tanto procurar, acendeu uma fogueira...

Peixão89
Peixão
Enviado por Peixão em 06/07/2006
Código do texto: T188611
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120254 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 17:03)
Peixão