Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Um por todos e todos por um

Revelei-me feliz,
Por te amar,
Revelei-me triste,
Por você chorar.

A felicidade nos cria,
Por alguns momentos,
Daí vem a tristeza,
E fica por tempos,

Procurando destruir,
O que felicidade criou,
Desmoronar o que com muito custo,
Por anos se formou...

E traiçoeiro o orgulho,
Amigo da triste,
Que acompanha a saudade,
E fazem trio com a frieza.

A compaixão se esconde,
Por detrás da humildade,
Que se esconde da inveja,
Que saí puxando a crueldade.

O medo assombra,
Desencoraja a verdade,
Que com a mentira tromba,
Derrubando também a vontade.

A dor brinca com incerteza,
Que chama a confusão,
Que acena para a tristeza,
Acordar a maldição.

E o amor, pai de todos,
Se assusta com a baderna,
Daí chega a provocação,
Dá um chute em sua perna.

A paixão quer morrer,
Mas a vontade não deixa,
E a esperança se levanta,
E com a sinceridade se une...

O amor se recupera,
Beijando a humildade,
Que acaricia a perserança,
E cutuca verdade...

Daí posso ser feliz novamente,
Provando que  a união dos sentimentos,
Das virtudes,
Vencem quaisquer tormentos!


Elvis Cristiano
Enviado por Elvis Cristiano em 06/07/2006
Reeditado em 09/03/2011
Código do texto: T188740
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Elvis Cristiano
Catalão - Goiás - Brasil, 36 anos
226 textos (20685 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 17:20)
Elvis Cristiano