Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Avistei novas fagulhas...

Avistei novas fagulhas
Lascadas daquelas pedras
Que rolam como um blues soturno
Águas de boas correntes
Desafogam em outras pedras
Na direção do areial
Fantasmas em folhagens lépidas
Vagam feito este coração arguto
Pelas marés de tantas solidões
Na lembrança que castiga
Esse belo corpo desnudo
Que ao dia me aperta as entranhas
E na noite revolta meus sonhos!

Nesta sina, o pirata se cala com a Lua.

Peixão89
Peixão
Enviado por Peixão em 22/05/2005
Código do texto: T18959
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120250 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 17:54)
Peixão