Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Viagem de trem


Passarinho anunciou no jasmim
Que entre as montanhas de Minas
Preparas um ninho para mim
Com cerca, madeira pintada,
Varanda, balanço e jardim.
- Ô, passarinho matreiro,
Não mintas assim!

Teu lar, teus sonhos, teus filhos
Alegres, na porta, me esperam.
Doce no tacho, queijinho e polvilho.
Domingo, capelinha barroca,
Passeio, cascata, cascalho.
- Passarinho brejeiro,
Não zombes de mim!

Pois te confesso também
Muitas vezes, sonhando, me vejo
Num velho cenário de um trem
Cruzando fazendas, boiadas, cafés,
Querendo buscar outro bem.
- Xô, passarinho,
Não me tentes assim!

Levarei na mala pequena
Apenas o que mais me contenta:
Velho livro, água de cheiro,
Vestido leve, caneta tinteiro,
Velhas marcas em um coração aprendiz.
- Voa, voa, passarinho,
Como acreditar em promessas sem fim?

   
 
vitória Paterna
Enviado por vitória Paterna em 09/07/2006
Código do texto: T190326
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
vitória Paterna
Santo André - São Paulo - Brasil, 63 anos
133 textos (8673 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 02:27)
vitória Paterna