Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Adeus dona do nosso amor

Sinto falta do teu sorriso
Gravado em tantos retratos
Teu semblante era pintura
Que enchia de cores a casa
E teu abraço era um lar.

Onde estão as longas conversas?
Agora são só lembranças.
Seu corpo ali estendido
Já não pode mover-se
Suas mãos frias não reconheço
Pois teu calor aquece a memória.

Havia tanta vida no teu corpo!
Agora tua alma segue
A pele ali entre as flores
E homenagens de todos
Nos ensinastes tantos valores!
E deixastes tantos amores:
Filhos, netos e bisnetos
Neste mês das mães
O Pai Celeste te recebe
Vá descansar minha vó.

A tua verdadeira vaidade
Era um coração de vigor
E agora seguirei teus passos
Ao encontro do meu Senhor
Mas antes disso viverei
A cultivar a semente do amor.


(In memorian a Odete Pena Soares que deixou dez filhos e muitos netos, entre eles a autora deste poema e bisnetos no dia 10 de maio de 2005)
Brenda Marques Pena
Enviado por Brenda Marques Pena em 23/05/2005
Reeditado em 23/05/2005
Código do texto: T19047
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Brenda Marques Pena
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 35 anos
266 textos (18078 leituras)
2 áudios (268 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 14:33)
Brenda Marques Pena