Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CORAÇÃO DO SERTÃO

Varre a caatinga cinzenta
O vôo negro dos urubus
Buscando a mortos onde não há vida
Na triste paisagem do sertão

A acauã canta em forma de lamento
A beleza deu lugar para tristeza
Do céu nenhuma gota de água cai
O sol como uma bola de fogo vem e vai

O sertanejo se ajoelha e reza
Para a chuva cair e nascer uma planta no chão
Ele ainda acredita que a esperança é verde
Mesmo que esta cor não exista mais no sertão

O vento forte sopra
Fazendo redemoinhos levando para longe seus sonhos
Ele agarra-se no que ainda lhe resta
Na esperança de ouvir no telhado a noite a chuva cair
E ver seu sertão amanhecer em festa.

Autor BRIONE CAPRI direitos autorais reservados a o autor

BRIONE CAPRI
Enviado por BRIONE CAPRI em 10/07/2006
Código do texto: T191529
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
BRIONE CAPRI
Guarulhos - São Paulo - Brasil, 32 anos
1428 textos (66606 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 10:01)
BRIONE CAPRI