Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ilha Prateada

Quisera ser
o último de uma fila
de dez.
Sem imaginar
que de pouco, tomo
tequila por toda trilha.

Com rasos homens
e mais dez mulheres:
que tragam dez esperanças,
e façam um banquete
com prateados talheres.

Nisso tudo vou eu imaginando
querendo uma nascente:
tomando outro gole lânguido.

Hoje sou o último dessa fila
que caminha esperta,
prá não sei onde,
pois também nesta ilha
só se sonha alerta.

Nada mais espero a não
ser o carmim e a tala
que fazem meu desnacer
e o drama de viver sem amar.
José Kappel
Enviado por José Kappel em 11/07/2006
Código do texto: T191615
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Kappel
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil
2147 textos (26783 leituras)
1 e-livros (125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 12:37)
José Kappel