Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Encontro

Chegou ele com sua nova feição... Não era um bom dia.
Eu também cheguei diferente – com os olhos quase no chão.
Não pude ouvir o eco da criança que já não sorria em mim...
De quantos semblantes marcaram nossos raros e inventados encontros?
De quantas penas, formaram nosso ninho?
Não sei dizer.
Naquele dia nossos olhos já não possuíam cor; nossos corpos eram etéreos.
O vento nem mais existia e não balançava nenhuma flor.
A noite varou o dia e minha alegria virou dor, deixando  uma sensação insuportável de que tudo fora em vão.
Então, peguei cada lágrima esparramada no chão, apertei forte nas mãos, para brotar alguma flor.
Flor com fisionomia de amor.
Este que já foi jogado...
Virado lodo – a perfeita forma para nós.
Jamais!
fevereiro/2005


Fevereiro/2005
Verônica Aroucha
Enviado por Verônica Aroucha em 23/05/2005
Código do texto: T19184

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Verônica Aroucha
Recife - Pernambuco - Brasil
122 textos (7750 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 10:45)
Verônica Aroucha