Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ESPELHOS

Tenho medo. De quebrar espelhos,
e de me ver como sou: frações anguladas,
lascas cortantes que não se juntam.
Tenho medo de sair à cata dos pedaços maiores,
das frações que, se juntas, demonstrarão
na verdade o que sou.

Tenho medo também de me mirar
num fundo de prata, oval espelho perfeito,
e de acreditar que sou
o que não fui, e nem serei ...

E buscar na distorção do pensamento
a insânia e o risco dos meus reflexos
na superfície da obra antiga,
e de ver que isto sou:

limalha que sobrenada,
à espera do pano da empregada,
e do destino final:
o lixo do esquecimento.
Fernando Naxcimento
Enviado por Fernando Naxcimento em 12/07/2006
Reeditado em 10/06/2014
Código do texto: T192560
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar a autoria de Fernando Naxcimento e o site http://fnaxbuzios.wix.com/fnaxasylum). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Fernando Naxcimento
Armação de Búzios - Rio de Janeiro - Brasil
7 textos (86 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 10:42)
Fernando Naxcimento