Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vida de Vento

Vivo sem poderes
jogado entre paredes,
pois vivo sem tamborotes,
onde não sou mais alecrim
nem fruto do mato.

Sou o sonho de mil vezes,
sem ficar em nenhum!
A força de minha vida
são águas de poucos amores
pobre e descascado,
mas me remoo dentro
da vida dela.

Hoje,
tenho apenas um nome esquecido,
e um rascunho de
lembranças de Maria José.

Mulher de hoje,
sempre batida pelas
luzes de bares solitários.

Que vida ardida!
Que vida perdida!

Dou duas voltas
sem alforje.
E pranto por isso.

Pranto por perdê-la
pro destino sem cor,
que a carrega com o vento
prá terra dos alforjes.
José Kappel
Enviado por José Kappel em 13/07/2006
Código do texto: T192935
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Kappel
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil
2147 textos (26784 leituras)
1 e-livros (125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 14:04)
José Kappel