Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0304 - Despedida

Libero meus espaços,
és livre,
liberto-te da paixão,
não esqueças nada,
levas o que trouxeste, menos o amor.
 
Tenho uma estrada a seguir,
um destino sem destino,
largo um pedaço em cada esquina,
não vou parar até o fim,
das despedidas, da tua vida.
 
Tomo de volta meu coração,
já distante... te sinto perdida.
 
Esqueci o calor do último abraço;
quando encontrar,
não deixes esfriar,
talvez um dia irás precisar,
só talvez, a solidão não tem hora.
 
Amanhã voltarei a apaixonar,
só um pouco, quase nada,
quero me aquecer devagar,
entregar-me outra vez, nunca!
Confesso! Já estou arrependido.
 
27/05/2005
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 24/05/2005
Código do texto: T19325
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116244 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 20:51)
Caio Lucas