Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ROSAS

Eram rosas miudinhas
Essas rosas dos teus ais,
Não eram tuas nem minhas
Eram rosas das vizinhas
A enfeitar os quintais.
 
Essas rosas perfumadas
Cheiravam a alecrim,
Com folhas esverdeadas
Muitas delas arrancadas
Não por ti, mas por mim.
 
Rosas em decadência
Desfolhadas sem pudores,
Mas bonita na aparência
Está agora a hortênsia
Com seus cachos de flores.
 
Mas a rosa é a mais bela
Mesmo murcha e já sem cor,
Todo o cheiro que vem dela
Vai perfumando a tela
E as mãos do seu pintor.

 
Maria Custódia Pereira
15-07-2005
Biazocas
Enviado por Biazocas em 13/07/2006
Reeditado em 15/10/2014
Código do texto: T193441
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Biazocas
Portugal, 65 anos
425 textos (15859 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 17:17)
Biazocas