Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Além das Coisas

Vou além das coisas,
em meias-voltas,
de solidão,
de não ter
não há sol agreste,
nem lua purpurina,
que me faça
esquecer você.

Sou porto velho,
sem mastros,
alento ao vento
maino que sufoca,
pra depois
ir morar
com os astros.

Passo da meia-noite,
igual a criança.

Vou atrás dela,
onde ela for.
Sou medidor de
passos
e
calculador de
dores.

Rogo que tudo passe,
que deste sonho
eu corra
pro lado de lá,
longe daqui,
perto do bem longe,
rodeando,
em sonhos,
a saia dela.
José Kappel
Enviado por José Kappel em 14/07/2006
Código do texto: T193672
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Kappel
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil
2147 textos (26785 leituras)
1 e-livros (125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 00:06)
José Kappel