Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ei, você!

- Ei, você!
- Você mesmo!
Vamos falar de amor?

Amor grandioso
que alimenta nossos dias
que constrói, que gratifica
que traz aos olhos, alegria
que compreende mas questiona a saudade
quando a pele em viagem
ausenta-se por alguns dias

É. Falar de um amor sem barreiras.
Sem preconceitos, sem beiras
que fica feliz com besteiras
coisas pequenas, corriqueiras
mas que representam carinhos
gestos imensos, mimos
e mostram o bem-querer

beijo na boca
afago sem sexo
olhar atento
risada sem nexo
abraço na horizontal
Muitos na vertical
Quando chove, quando venta
Quando anoitece, ou faça Sol...

Discutir o amor
Onde ouvidos, boca, sentidos
Peles, gestos, corpos
saibam realmente se entender

- Não! Não se omita!
Amor não é desdita
É sentimento para se viver.

É respeito, é verdade
É estrada íngreme, é calmaria
É suor, é recompensa
É tristeza, é alegria

Ei! amor vale sim
Vale todos os acertos
Vale até os desacertos
E se há respeito, então
o amor vale loucuras.
Essas que vagam em luas
e enfeitiçam o anoitecer

Amor sustenta a alma?
Claro! Amor é base
É esteio, é semente,
É fruto, é solo, é rebento
É sangue quente, alimento
Amor é tão somente
querer na vida, viver...
Dora Leal
Enviado por Dora Leal em 19/01/2005
Código do texto: T1938

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Dôra Leal). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Dora Leal
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
501 textos (25314 leituras)
1 e-livros (38 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/09/16 14:25)
Dora Leal