Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mágoas...

Minhas mágoas estão em marcha bélica.

há um buraco em meus pensamentos
que se abrem pra visitação pública
humilhação pública
vida morta
antíteses...

tenho mágoas de guerras perdidas
guerras provocados pelo meu amor
amor de mágoa disfarçada de pureza e água
mágoas repetidas e duras
secas folhas ...

"As mágoas foram e voltaram sem dizer uma palavra.
O portão se abriu.
Os passos seguiram retos na direção do poente.
Aquela face, colada ao vidro da janela,
transpirava um hálito de morte.
A boca se encheu de pavor e mordeu a língua.
O sangue jorrava pela boca e pelos olhos.
Escorreu escada abaixo, inundou aquela sala,
aquela casa,
e os passos que seguiam em direção ao poente
afogaram-se e bailaram nos olhos do pavor."

...
Eu tenho mágoas em mim.
Sou real em ser um arremedo de mágoas fúteis
mágoas loucas
irreversíveis
transcendentais

mágoas de amor.
Amor cafona
amor clichê
amor idiota
amor de mágoa.

Fecho a porta
e pergunto a Deus o motivo de estradas tão longas e dores tão intensas na chegada...
na chegada da morte
na chegada triunfal do séquito da Mágoa
que impera com seu cetro de rubi
ouro
pérolas
dores
ametista
cristais
aço
gelo diamante.


Mágoa...Ne me Quitte Pas...
Valdson Tolentino Filho
Enviado por Valdson Tolentino Filho em 14/07/2006
Reeditado em 30/07/2006
Código do texto: T193827
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Valdson Tolentino Filho
Cristalina - Goiás - Brasil, 35 anos
89 textos (3930 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 15:15)
Valdson Tolentino Filho