Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Avesso do verso


 Sou solista,
 fabrico solidão.
 Meus dizimentos
 trazem a tristura
 de todas as criaturas.
 Digo o indizível.
 Invento desamor.
 Gosto da imperfeição.
 Magicalizo o mundo,
 inverto a língua, e
 com esse feísmo
 vislumbro versos
 sem formatismo.
 Busco o que convém,e
 nesse pobre criamento,
 traço a traço, vejo
 com estranhamento,
 o avesso do verso.

 
Lislopes
Enviado por Lislopes em 14/07/2006
Código do texto: T194178
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Lislopes
Passo Fundo - Rio Grande do Sul - Brasil, 55 anos
80 textos (269468 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 12:52)
Lislopes