Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Para um diário 25 Maio 2003



 

 


recuperei a melodia

depois do susto da noite,

não há pássaros voando na alvorada,

nem sequer árvores maduras de verde

na alameda da avenida,

e o café da manhã sabe como a tantos outros.

A melodia faço-a de luz,

da posição vertical num mundo redondo,

da consciência nova de domingo,

da paz que consigo gerar no passo lento

pela rua.

Como tudo o que é importante,

a luz está nas pequenas coisas

que fazemos de consciência nova.

É só pena que os detalhes deixados para trás

sejam tantos,

e o que é importante seja apenas refúgio

do sobrevivente.

 

Importa ser ingénuo,

o que há no mundo que tropeça com a felicidade?
Constantino Mendes Alves
Enviado por Constantino Mendes Alves em 15/07/2006
Código do texto: T194379
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Constantino Mendes Alves
Portugal
324 textos (3787 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 09:01)
Constantino Mendes Alves