Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PÁGINA EM BRANCO

Tenho palavras para dizer,
Mas minha voz emudece,
Então pego a caneta
E uma página em branco.


Ela cresce, agiganta-se...
Mesmo tremendo-me a mão
Rabisco a primeira estrofe
Do poema que tenho na mente.


Leio, releio e me odeio
Por não ter coragem de falar
E de precisar de papel
Para dizer que te amo.


Desisti. Dobrei e rasguei o papel
Num momento de insano ciúme
De qualquer mulher que possa ler
Os versos que fiz para ti.

15/07/06.
Maria Hilda de Jesus Alão
Enviado por Maria Hilda de Jesus Alão em 15/07/2006
Reeditado em 15/07/2006
Código do texto: T194846

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Hilda de Jesus Alão
Santos - São Paulo - Brasil
848 textos (343315 leituras)
19 áudios (10580 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 08:16)
Maria Hilda de Jesus Alão