Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VOCÊ

De repente chegou.
Sem pedir permissão se instalou.
Como uma brisa doce despertou
Luxuriosa sensação.
Provocando o tímido coração.

Sem embaraços a grande transformação:
Já não era doce, nem brisa,
Sequer tímido o coração;
Só, somente só, entregas.
E as loucuras de uma paixão.

Outra vez, de repente.
Você sem aviso se retirou.
Apagando àquela doce impressão.
Partiu com ímpetos de uma ventania,
Porém deixando mais atrevido o coração.

Neste momento Rindo-me à-toa
Sem mesmo eu saber o porquê.
No ar uma branda frescura trazendo
Recordações e nelas, muitas saudades, de você.

Novamente a agradável emoção excitando
O receoso coração, que um dia se atreveu.
Acostumando-se às eventualidades desse amor.
Ajustando-se às loucuras do prazer.

Cláudia Célia Lima do Nascimento
Enviado por Cláudia Célia Lima do Nascimento em 16/07/2006
Reeditado em 16/07/2006
Código do texto: T195471

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Cláudia Célia Lima do Nascimento
Luziânia - Goiás - Brasil, 51 anos
476 textos (16062 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 22:48)
Cláudia Célia Lima do Nascimento