Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mando de Longe

Rondo o branco
da noite, como
se a noite anca
tivesse apenas
essa cor.

Rondo a ternura
de sua carne,
sem curiosidade,
ou propósitos ,
amenos:

Não sou brando,
mas tenho olhos
de criança.

Procuro você a toda hora
e a hora que falta também procuro;
prá lhe dizer meiguices e coisas afins
que só você compreenderia.

Já que não passo
de três quartos
e da meia hora,
mando de longe
para seus olhos de mulher
um beijo e um abraço.

Mesmo que as coisas não dêem
certo,
um dia folgoroso,
elas se acertam.

Não adianta a gente fugir um do outro,
nas branduras do céu já está escrito:
José e Maria, são prá sempre,
na carne e no espírito!
José Kappel
Enviado por José Kappel em 17/07/2006
Código do texto: T195617
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Kappel
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil
2147 textos (26783 leituras)
1 e-livros (125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 14:30)
José Kappel