Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Taradice

Aquele velho era
de lascar,
não podia ver
uma mulher
e saia,
logo pro beijo dar,
e um longo abraço
acalentar.

Um dia, tava lá o
velho,
na fila do banco
- daqueles bancos
que parecem banco -.

Na sua frente
uma mulher
de arrasar.

Não perdeu
tempo,
passou
a mão na traseira
da pobre mulher.

Ela, apostólica
e romana,
não teve dúvida:
assentou mais de mil
reais, em notas
de dez,
na cara do
pobre homem
que ficou com
cor de
anil.

Foi uma correria
de lascar!
notas voando,
igual uva,
pro ar.

Veio a segurança
e agarrou
o velho e,
na moita, algumas
notas de dez.

Foi todo mundo
meio incoerente,
pra polícia explicar.

E lá foi explicado,
apesar de todo
mundo se dizer
inocente.

Mas, no fim, o pobre
velho,
taradinho,
foi dormir no xadrez
junto com a turma
das calcinhas !


José Kappel
Enviado por José Kappel em 18/07/2006
Código do texto: T196490
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Kappel
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil
2147 textos (26780 leituras)
1 e-livros (125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 12:22)
José Kappel