Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nem ao mar, nem a terra!

Nem ao mar. nem a terra...

Procurando-te...
Nos pratos de balanças,
Nos punhados espalhados,
Nas palmas das mãos librianas...
Apanhei-me!
Olhava o prato, as palmas,
E o que via não me bastava...
Nem me reconstituía á vida,
A perdida, confiança, desgarrada!
Um mar a palma esquerda,
De lágrimas e soluços havia.
Na direita,
O amor, que ferido sangrava!
Um olhar-labareda tênue,
Com esperança ia,
A olhar a esquerda, chorava,
A direita ria!
Nem ao mar, nem a terra aderia!
Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 25/05/2005
Reeditado em 06/10/2011
Código do texto: T19677
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Edvaldo Rosa www.sacpaixao.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Edvaldo Rosa
São Paulo - São Paulo - Brasil, 55 anos
1727 textos (173751 leituras)
23 áudios (10648 audições)
35 e-livros (8978 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 13:22)
Edvaldo Rosa

Site do Escritor