Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CENÁRIO BRASILEIRO

lisieux

Não, não deixes a rubra mancha
sobre o chão...
Que ela não conte a história da omissão,
da covardia,
dos olhares desviados ,
do apressado cidadão...

Não deixes o vermelho esconder o azul
das máscaras transeuntes,
sorrisos amarelos,

cabeças sem anelos,
olhares brown - terra?

não...
asfalto, lotação.

Limpa, limpa, a marca da opressão...
Retira com sabão a mancha da prepotência;
tira das vistas limpas
a sujeira do abandono;

Garante a abstinência dos sentidos...

Mas quando olhares o pássaro no céu.
espreme os olhos contra a luz.
E derrama, ao menos, uma lágrima
de arrependimento.

BH - 11.03.04
13h09m

E NA ESPANHA
(lisieux)

"rojas faiscas nel cielo
cabezas sin ningún sueño
cuerpos en la calle,
                         muertos...
no más la beleza del deseo."

Triste, triste mundo!
"Senhor, perdoai-os, pois não sabem o que fazem." - Jesus Cristo

BH - 15.03.04
lisieux
Enviado por lisieux em 25/05/2005
Código do texto: T19710
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
lisieux
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 61 anos
394 textos (14454 leituras)
3 e-livros (409 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 04:46)
lisieux