Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NÃO SE PISA DUAS VEZES NO MESMO RIO

não se pisa duas vezes no mesmo rio
as lágrimas que ontem bateram em meu peito
hoje já não tem mais jeito
de retornar
não se anda duas vezes na mesma estrada
os passos antes contados estão mudados
no caminhar
aqui não se fala em saudade
nem é busca de tempo perdido
mas é ênfase no que há ido
pra dentro da memória
no tapete da história
nos andaimes da idade
feito aquele beijo bem dado
que trago guardado
num abraço apertado
para que nunca se vá
mas não se laça o mesmo nó com o mesmo fio
pois não se mira a mesma face no espelho
o rosto que vi ainda agora
já foi embora
pra não mais voltar
pudera o álbum de retratos vencer o velho
mais que lembrar
não se canta a mesma música mais de uma vez
a mesma música mais de uma vez
mais de uma vez
era uma vez
Eugenio Malta
Enviado por Eugenio Malta em 19/07/2006
Reeditado em 19/07/2006
Código do texto: T197317
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Eugenio Malta
Estados Unidos, 71 anos
196 textos (6217 leituras)
16 áudios (1255 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 12:19)
Eugenio Malta