Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cântico II

Bom ter alguém,
que me conhece tão bem...
Arruma as estrelas no céu,
desenha a luz atrás dos montes,
aquece o sol em suas mãos,
brinca nas ondas gigantes,
apaga meus passos na areia tantas vezes quente...

Bom ter amigo assim ,
que me prepara o caminho,
acolhe, em silêncio, meus medos,
abre as portas mais secretas .
fecha as janelas para eu não sentir frio,
me livra do homem mal ,
coloca anjos em meu caminho ...

Bom ter amigo assim,
sempre de palavras doces,
abrandando meu ser quando irada,
colhendo minhas lágrimas quentes ,
sorrindo com minhas mancadas.
Amigo, companheiro
sempre silencioso,
amigo ausente, que se faz sempre presente
numa rosa ofertada,
num sorriso colhido,
numa lágrima secada ...

Que bom que o posso chamar de amigo,
mesmo não te buscando,
não sendo a filha que desejaste,
fugindo, tantas vezes, dos teus desígnios...
Dá-me uma alma capaz de voar alto,
coração do tamanho de grão de mostarda,
para ao   chegar do outro lado do rio,
 ser acolhida em teus braços,
 pedir-lhe perdão,
ouvindo de ti:
Seja bem vinda, Filha!
veronica eugenio
Enviado por veronica eugenio em 25/05/2005
Código do texto: T19750

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
veronica eugenio
Cachoeiro de Itapemirim - Espírito Santo - Brasil, 55 anos
39 textos (2379 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 00:29)
veronica eugenio