Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nunca foi tão difícil

Nunca foi tão difícil
expressar em palavras o que sinto
agora.
Nem em olhares, muito menos
através de gestos e atitudes.

A dúvida e incerteza
tomaram conta dos meus
pensamentos.
Sem querer soar melodramático,
mas nada parece fazer sentido.

Os sóis não aquecem
mais os dias e as luas tornaram-se
furtivas.
Teus beijos não me incentivam mais;
muito menos o calor de teus braços bastam;

o mundo através de teus olhos
não tornou-se tão belo como costumava
ser.
Quem és tu, Morena? Sumiste
sem dizer adeus muito menos me disse oi.

Ainda creio no impossível
para que tenha vontade de ver outros sóis
nascerem.
Ainda creio no impossível e sei
que um dia voltarás.

Contigo, os sóis hão de voltar
a aquecer os dias e as luas
voltarão
e iluminarão nossas conversas
apaixonadas ao relento.

O calor de teus braços
bastará e tudo fará sentido
novamente.
Teus beijos me iluminarão
os pensamentos,

e o mundo será belo como sempre
através de teus
olhos.
Expressarei meu amor em versos,
palavras, gestos e olhares.
melão
Enviado por melão em 20/07/2006
Código do texto: T197761
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
melão
São Paulo - São Paulo - Brasil, 27 anos
119 textos (4653 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 12:33)
melão