Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DIZE QUE ME AMAS

lisieux

Dize que me amas e eu me arrastarei a teus pés.
Dize que me queres e eu correrei até ti, doando-me, em sacrifício.
Por ti, eu me metamorfosearei em cordeiro de holocausto.
Serei a prenda a ser ofertada no altar do teu amor.
Por ti, esquecer-me-ei das minhas asas.
Nunca mais voarei.
Libélula que, ao contato da luz perde a possibilidade de voar,
voltando a ser larva, ser verme,  a se arrastar.
Preço pequeno a ser pago pela possibilidade de estar frente ao teu brilho.

Dize que me amas e eu me anularei.
Nunca mais vontade própria,
nunca mais “queros” e “exijos”...
somente o agradecimento mudo pela migalha do teu beijo.
Dize que me amas e eu morro.
Enterro minha vontade no teu corpo,
calo minhas palavras em tua boca,
apago a chama da vida na explosão do teu gozo.
Antes morrer assim que nesta sequidão de deserto,
nesta solidão de precipício,
nesta agônica falta de ar que a tua ausência provoca.

BH - 11.11.03
lisieux
Enviado por lisieux em 26/05/2005
Código do texto: T19780
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
lisieux
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 61 anos
394 textos (14454 leituras)
3 e-livros (409 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 07:19)
lisieux