Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Se Morrendo

Bato pé,
bato canela,
moelo os pobres,
canso dos ricos.
 
Bato pé,
arredo medos,
mas chegando de perto
é tudo azedo!

Não por ser assim,
asssim seria fácil,
difícil é não ser
tão indiferente,
diante das coisas
que chegam e vão,
machucam fazem doer.

Coisas que eu me lembre,
estava voando ali,
hoje, cansando, estou ao
redor de gente que nunca foi
e é abraçada por não fazer !

E, por ser assim,
e assim sendo,
vejo o mundo
caminhando,
com astros, e belas raízes,
se morrendo.


 

José Kappel
Enviado por José Kappel em 21/07/2006
Código do texto: T198668
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Kappel
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil
2236 textos (27906 leituras)
1 e-livros (136 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/07/17 02:02)
José Kappel

Site do Escritor