Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Perto do Fim

Não posso, não consigo.
 
Se não consigo, não tenho.
E por isso sou chamado
de homem de uma porta.
 
Pois de Saint Paul ao Tejo
não existe homem igual.

Perdi a casa, perdi a
família, os desdéns,
a fruta e o doce.
 
Restou a porta e o jardim,
e as pobres margaridas,
que sofrem com meu desalento
de uma guerra que comecei
e não sei acabar e
tenho medo do fim.
José Kappel
Enviado por José Kappel em 22/07/2006
Código do texto: T199242
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Kappel
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil
2147 textos (26787 leituras)
1 e-livros (125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 01:30)
José Kappel