Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

1968-I

Se nós formos contra
Eles mandam nos prender
E torturam
Até depois de o sol nascer

Lobotomia
Pau-de-arara
Ameaçam famílias
Dão choque em genitália

Se nós formos mortos
Eles vão nos esconder
Iguais aos vermes
Não disfarçam seu prazer

Sepulcros caiados
Engravatados
Parecem normais
Os generais

Mas nós somos muitos
E não podem nos deter
As mentiras
Que atravessam a tv

Se nós formos longe
Os lobos vão nos devorar
Mas nossos versos
Vão levados pelo ar

Hoje em dia
Sonhamos com os monstros
E as noites frias
De sessenta e oito
Caco Nemer
Enviado por Caco Nemer em 26/05/2005
Reeditado em 07/06/2005
Código do texto: T19967
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caco Nemer
São Paulo - São Paulo - Brasil, 48 anos
69 textos (5020 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 19:34)