Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Céu

O céu mesmo sendo azul
Não é o mesmo sempre
Há dias em que ele se sente tímido
E se enche de nuvens
E em outros dias aparece com sua realeza
Estampando o sol que irradia sua luz por todos os cantos
O céu chora
O céu ri
E também o céu de segunda-feira é bem diferente
Do céu de sexta-feira, parece mais disposto.

Olho para o céu
Há pássaros
Há aviões.
Há nuvens.

Mas há quem olhe para o céu
E enxergue mísseis, fumaça de bomba e jatos
Transportando pessoas ruins
Que tem gosto pela guerra.

Em certos lugares o céu
Não tem a placidez do azul
Mas sim a crueldade vermelha do sangue.

22/07/06
Miguel Rodrigues
Enviado por Miguel Rodrigues em 23/07/2006
Reeditado em 23/07/2006
Código do texto: T199923
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Miguel Rodrigues
Barueri - São Paulo - Brasil, 33 anos
1434 textos (42674 leituras)
6 e-livros (1681 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 08:20)
Miguel Rodrigues