Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

(imagem de Paulo Marques, www.thousandimages.com)

É COM VOCÊ MESMO...

Bom saber
que posso escrever
sem que você
tenha a mais vaga
e sutil noção
de que escrevo 
do teu coração.
Não,
não falo dele,
meu verso brota
e vaza feito sangue
e sem que saibas,
esgota
o que você
sequer percebe
dentro do mesmo você.
Uma espécie
de vingancinha marota
saber que estou aí,
bem dentro,
pouca distância da tua boca
e você,
nem tem idéia
ou então
só te resta dizer
que esta mulher é meio louca...
Minha rima dança
dentro do teu peito,
lugar que você,
tão sabido, não alcança, 
e você, que nem sequer
se vê,
fica pensando
pra quem escreve
esta mulher.
Deve estar meio doida
ou vendo muito a tv...
Pobre você,
será muito tarde
quando souber...


Débora Denadai
Enviado por Débora Denadai em 23/07/2006
Código do texto: T200053

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Débora Denadai
Caracas - Distrito Federal - Venezuela, 54 anos
722 textos (154042 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 00:40)
Débora Denadai

Site do Escritor