Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O herói que sucumbi na dor.







Ouvidor da sede dos desprotegidos
Muito embora morra pela causa,
O querer que fere a alma...
Mas, assumir o proteger
Perde-se no mar dos tubarões,
Talvez fosse o sonhar
Mudar o mundo por amor,
Há um segredo no coração
Perdido nos olhos da paixão.

O sentido da vida consagra
O forte talhador da fé
Quando por mãos solidárias
Atinge a zona positiva da compreensão.

O mundo foi e é a tua dor
Não sendo por causa qualquer
Mas, a causa é nobre e nobre é.

Um homem disfarça
Ou deixa-se disfarçar
Sabe que os sonhos da vida
Escorrem por entre os dedos
O peito latente de criança
Em que os olhos choram
A emoção travada por muitos anos
Atrás de um valor que só existe na ilusão.

A realidade mata os heróis
Que um dia sonharam proteger
Os humildes homens
Dessa terra contaminada.
Condor Azul
Enviado por Condor Azul em 23/07/2006
Código do texto: T200166
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Condor Azul
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 54 anos
721 textos (26287 leituras)
1 áudios (175 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 13:51)
Condor Azul