Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Solidão

Te chamo
   Ao amanhecer
         quando me vejo só
   Ao anoitecer
         quando me deito
Nos dias chuvosos
           ao compasso dos pingos
Nos dias ensolarados
           ao som dos risos
                  de crianças
                         jovens
                             num vaivém
Te chamo
    Ma escuridão de um canto frio
Na falta de um abraço
       envolvendo o meu corpo
Nos segundos que se arrastam
              marcando a existência
                          de um ser solitário...
( Solidão...saudade da paixão..)
Lahaina
Enviado por Lahaina em 23/07/2006
Reeditado em 06/01/2016
Código do texto: T200175
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Lahaina
Curitiba - Paraná - Brasil
1141 textos (39677 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 00:24)
Lahaina

Site do Escritor