Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Donzela Perdida

vim misto
de guerra,
mas de corpo
brando,
escorado
em ramos
de flores.

vim póstumo,
da guerra,
vim
interior,
vim logo
que soube
dela.

estava
vestida
de
branco
marcada
por elos.

elos da
vida
de ferro,
arbusto
dos
pertos.

tinha
feito
a vida
assim:

ela de
passo
mortuário,
eu de
gigante
branco,
só,
sem
mais laço.

só com retrato
sem voz,
refletido
no átrio.

perdi a donzela
feita de beleza,
pura e bela,
perfeita para
selar com dois
beijos
e um grande
abraço
e outros
feitos.
José Kappel
Enviado por José Kappel em 25/07/2006
Código do texto: T201428
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Kappel
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil
2147 textos (26782 leituras)
1 e-livros (125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 02:50)
José Kappel