Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Juventude

Angélica T. Almstadter

Se a juventude me visitasse hoje
Talvez eu não a quisesse mais...
Já me acostumei aos meus cabelos pintados
Na corrida pra esconder os grisalhos
E a mudança de cor sempre que enjôo
Acostumei olhar no espelho esse rosto cansado
Porém com a certeza do dever cumprido
Sempre que termina o dia
Me acostumei a me vestir sobriamente
Sem as extravagâncias da pouca idade
Não me caberia os arroubos
A displicência nos gestos
Não saberia mais caminhar ligeiro
Depois de anos aprendi que em alguns momentos
É preferível...calar...perdoar...se perdoar...
E andar com passos cadenciados
Para apreciar a vida na natureza
Recolher as folhas caídas
Varrer a vida com passos medidos
Não definitivamente não me caberia mais
A juventude com sua impaciência
Com sua palidez de sentimentos
Não saberia mais viver sem meus silêncios
Sem meu cantinho de solidão
A juventude não me ensinou a amar
Não me ensinou cultivar a lealdade
Se a juventude me visitasse novamente
Eu não saberia mais viver
Angélica Teresa Almstadter
Enviado por Angélica Teresa Almstadter em 27/05/2005
Código do texto: T20151

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Angélica Teresa Almstadter
Campinas - São Paulo - Brasil, 62 anos
1054 textos (55636 leituras)
25 áudios (3274 audições)
1 e-livros (247 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 08:00)
Angélica Teresa Almstadter