Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Noite e dia

Noite e dia
==========ErdoBastos


Eu hoje, sou o que vês.
Um gato negro a rondar,
com total desfaçatez,
noturnos telhados, a espiar.

Espio janelas de casas.
Espio quintais.
Salto, como quem tem asas,
sobre cercas, muros e varais.

E rondo, perscrutando o escuro.
Assustando namorados com meu vulto.
Andando por sobre algum muro,
buscando alimento e recebendo o insulto.

Dos da minha espécie apartado,
sozinho, nesta ronda noturna
vago, assustando e assustado
interagindo com a luz e a bruma.

Até que encontre, o que sei lá procuro...
Não só do corpo, o alimento santo.
Por algo, que me venha do escuro,
talvez  a morte, pra cessar meu pranto.

Só ela pode, com seu manto negro
trazer-me à alma o descanso esperado.
Ao meu espírito, trazer o sossego
e o alívio, ao coração cansado.

De amar-te tanto, sem nada querer.
Que me ilumines, é só do que preciso!
Além do tanto que me dás sem ver,
meu dia está, na luz do teu sorriso.
ErdoBastos
Enviado por ErdoBastos em 25/07/2006
Código do texto: T201531

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ErdoBastos
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 61 anos
789 textos (36900 leituras)
2 áudios (124 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 20:47)
ErdoBastos