Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Hora

O relógio denuncia
fim de tarde
mais um dia
hora de te buscar

mesmo lugar
mesma hora
monossílabos alternar
 
barulho
a porta do carro
rompe o silêncio sombrio
um olá a se trocar

ambos
sem se olhar
nada de abraços e beijos
põe-se o veículo a rodar

rumar
ir para o mesmo lugar
mesmo ambiente noturno
já terminou nosso turno
é hora de descansar

a mudança é intensa
estranha é a situação
a falta de toque de mãos
comportamento é arredio
arrepios
a frieza é total

quão diferentes
os pensamentos e ações
assim como as próprias razões
mesmo ambiente coabitar
necessidade ou costume
atitude a se tomar

condição nada inteligente
porém estamos conscientes
em breve há de mudar

liberdade me darás
a mesma darei também
e como se fosse um trem

partiremos

cada qual para seu canto
sem pranto
fim de tarde
outro dia
hora de separar.
 










CesarO
Enviado por CesarO em 25/07/2006
Código do texto: T201541
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
CesarO
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 60 anos
873 textos (24111 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 14:06)