Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

OTORIDADE OU AUTORIDADE

Mário Osny Rosa

Otoridade de antigamente
Autoridade de hoje em dia.
Uma cumpria fielmente a lei
Hoje só cumpre a Grei.

Antigamente bandido
Era sempre bandido.
Ladrão era ladrão
A policia era policia.

Prenderam a pobre ética
Lá ficou a pobre patética.
Atada das mãos aos pés
Ninguém quer ela soltar

Negócios e mais negócios
Sanguessugas a sugar.
Logo sugaram a moral
No mais lídimo jogral.

Que vorte a tal otoridade
Limpando a sociedade.
Restaurando a ética
E ao povo a dignidade.

Só falta Jesus voltar
Feito um pobre maltrapilho
Logo na CPI chegar
Com eles dialogar

E logo perguntar
Porque querem os matar
Quando persiste a mentir
Logo a ele vão permitir


A pergunta que ele fez
Aos doutores da Lei.
Quem não tem pecado
Atire a primeira pedra.

Hoje ele iria perguntar
Em defesa dos pobres.
Quem nada roubou
Atirem a primeira pedra.

Lá poucos ficariam
A fazer-lhe companhia.
Seria um momento histórico
Que a verdade revelaria.

Com tudo transmitido
Pela televisão da casa.
E o povo logo assistindo
Logo tudo ia conferindo.

Seria o xeque mate
Da autoridade maior.
Acredite quem acreditar
Um dia Deus vai julgar.

São José/SC, 25 de julho de 2.006.
morja@intergate.com.br
www.mario.poetasadvogados.com.br



Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 25/07/2006
Código do texto: T201836
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Edvaldo Rosa www.sacpaixao.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Edvaldo Rosa
São Paulo - São Paulo - Brasil, 55 anos
1727 textos (173698 leituras)
23 áudios (10645 audições)
35 e-livros (8978 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 16:40)
Edvaldo Rosa

Site do Escritor