Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dia do amigo: Que dia será este?

Cliches:

Que dia será este?
Segunda quando tudo começa,
sem pressa com preguiça,
terça, quando ainda lembramos do domingo,
quarta quando tudo começa,
quinta quando já pensamos na sexta,
sexta quando marcamos os encontros nas festas,
sabado, quando só pensamos na cerva gelada,
domingo quando só dormimos á larga?

Dúvidas:


Que dia será este?
Quando estamos em papos de aranha
quando a grana não chega nem prás despesas,
quando a amada nos dá as costas na cama,
quando a mãe parece mais uma madrastra,
o pai regula a mesada, e o carro pra sair pras baladas?


Esperanças:

Que dia será este?
Quando choramos lágrimas solitárias, salgadas,
quando os nossos sorrisos, são apenas máscaras,
quando os abraços nada abraçam,
quando o nosso coração parece mais um queijo suiço,
a mofar dentro do nosso peito?
Quando em nossa mente, nossos pensamentos
parecem mais um quebra-cabeça em que faltam peças?


Certezas:

O dia do amigo são e não são todos esses,
são mais aqueles em que em paz
trilhamos o mesmo caminho!
Pare-passo, como a ocupar o mesmo espaço...
Sem quereres, interesses...
mas com a alma livre, leve solta,
que nos faz crianças de tempos idos...
quando eramos somente sorrisos,
e em nossos corações cabia o mundo inteiro!
Quando as nossas brigas eram por guloseimas ou brinquedos,
que dividiamos logo após, sem mágoas ou receios!


Conclusão:

Quando é o dia do amigo?
Depende talvez do que tem o seu coração por desejo!
A qualidade da amizade, é a mesma de tua alma, e do teu peito!
Eu que não posso viver sozinho,
que choro e sorrio,
bem que gostaria que o dia do amigo,
fosse todo dia, o ano inteiro!

Edvaldo Rosa
20/07/2006
www.sacpaixao.net
Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 25/07/2006
Reeditado em 26/07/2006
Código do texto: T201858
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Edvaldo Rosa www.sacpaixao.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Edvaldo Rosa
São Paulo - São Paulo - Brasil, 55 anos
1727 textos (173758 leituras)
23 áudios (10650 audições)
35 e-livros (8978 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 21:29)
Edvaldo Rosa

Site do Escritor