Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Janela

Abro os olhos
e me pego parado
diante da janela.

Cenas raras,
momentos
únicos. Homens
passam;
não se falam. Os velhos
conhecidos se cumprimentam
e continuam passando.

Passam, continuam
em suas caminhadas.
Caminhos tão diversos
que se cruzam
por um breve momento
ou se entrelaçam para sempre.

E continuam passando;
indo e vindo
sem previsão
de quando pararão.
Mas sabem
que um dia não passarão mais;
não mais os verei.

Outros homens virão
em suas caminhadas
contínuas. São as vidas
dos homens
um mistério.
Eterno e passageiro
mistério.
melão
Enviado por melão em 26/07/2006
Código do texto: T202057
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
melão
São Paulo - São Paulo - Brasil, 27 anos
119 textos (4653 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 22:39)
melão