Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sem pudor

Ancora seu rosto no leito frágil do meu peito
Se ajeita no meio dos meus seios sem pudor
Aceita ser o meu eleito
Sem receios, sem rubor
Encaixa seu corpo no vão das minhas coxas
E sussurra seus desejos na minha pele
 
Sua voz me arrepia os sentidos
O carinho da sua barba me roça e deixa roxa
Como tatuagem que se revela e adere
Em toques atrevidos
 
Que meu ventre seja seu abrigo
Em tudo que ofereça
Sela no meu o seu umbigo
E sem culpas, deixa que aconteça
Essa paixão sem cortes
 
Não me acorde ainda
Deixa que eu sinta o seu perfume
Exalando pelos meus poros
E só depois dessa febre finda
Quero ver de novo o dia, o lume
Pra mostrar ao mundo que existo
Digam que é proibido, sei lá
Nem assim eu resisto
Continuo sua gata angorá.
Angélica Teresa Almstadter
Enviado por Angélica Teresa Almstadter em 28/05/2005
Código do texto: T20313

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Angélica Teresa Almstadter
Campinas - São Paulo - Brasil, 62 anos
1054 textos (55639 leituras)
25 áudios (3274 audições)
1 e-livros (247 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 04:24)
Angélica Teresa Almstadter