Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TRIBUTO



Estar de pé nas noites das enchentes /
Estar de fé nas noites das sementes /
Os rios rindo e vindo em correntezas /
Os rios findos nas marés das incertezas...

Os corpos dependurados nos prédios /
Os copos acesos cheios de tédio /
Estar nas vigas das palafitas /
Estar bêbado de palavras aflitas...

Desviar dos ossos em construção /
Desviar dos poços fundos da ilusão /
Estar em sincro com os Incas /
Estar em micro com macros tintas ...

Estar com os dedos longe dos botões /
Estar com segredos e pulsações /
Os olhos esculpidos em jade /
Os olhos que O Tudo invadem...

Pagar o tributo à iniciação /
Pagar o tributo à emoção /
Estar quieto no olho da tempestade /
Estar objeto no topo da vontade.




Preto Moreno

Preto Moreno
Enviado por Preto Moreno em 27/07/2006
Código do texto: T203172

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Orivaldo Grandizoli). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Preto Moreno
São José do Rio Preto - São Paulo - Brasil
6768 textos (102464 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 14:10)