Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amor

Na indisfarçável cadência das horas
Sigo o badalo dos sinos
Rompendo a noite na janela da vida
Onde eu sei que tu moras
Trago os segredos dos meninos
Na rouco voz enternecida
E porque sei dos teus chamados
Na distância dos sóis anoitecidos
Te cubro de muitos zelos
No desmazelo da tarde que convida
Hei de beber da fonte em cachos
Teu amor em desvelos
E no braço da viola serenada
Prantear machucada de saudade
A alma cancioneira desgarrada
Que se perdeu no céu da cidade
Angélica Teresa Almstadter
Enviado por Angélica Teresa Almstadter em 28/05/2005
Código do texto: T20355

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Angélica Teresa Almstadter
Campinas - São Paulo - Brasil, 62 anos
1054 textos (55644 leituras)
25 áudios (3274 audições)
1 e-livros (247 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 20:27)
Angélica Teresa Almstadter