Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FIO DE LUAR

Eu sou a flor do campo, a açucena
que nasceu nos vales entre os espinhos;
a macieira que brotou no bosque
entre o arvoredo, no frescor do chão.

O fruto que adoça
a minha boca,
introduz o vinho
e sela  minha dor
por ti, no coração.

Fortalecido- desfaleço de amor;
enfraquecido- sinto o teu sabor:
a tua mão que baixa no meu sonho,
traz o soluçar de um louco trovador.

Se ouço a voz do pranto
que o vento traz,
fugindo, não me sinto
pajeado mais,
sem teu amor!

Por sobre o monte atravessando o outeiro
vem gesticulando e à casa faz entrar
um fio de luar entrelaçando o céu
embevecido, cai sem me avisar.

Saltando sobre mim,
fazendo despertar,
alvoroçado, tento
recompor a paz
da minha paz!
Zecar
Enviado por Zecar em 28/05/2005
Código do texto: T20387
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Zecar
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
249 textos (20144 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 18:42)
Zecar