Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pesadelo

“– Não – ela respondeu –, você está esquecendo do poder feminino. Jamais uma frase humana pronunciada por uma voz humana exprimiu melhor o terror.” (A Menina dos olhos de ouro – Balzac).

Eu estaria de púrpura
Qual o céu que me consola
E desesperadamente tola
Qual a cisma que me abala.
Eu usaria aquele vestido
Que o deixa sem palavras
E o teria pouco a pouco
Com o perfume que o assola.

Eu beberia uma taça
Daquele vinho que não gosta
E o beijaria levemente
Pra que provasse o doce gole.
Eu falaria quase nada
Como sempre me flagrara
Mas cantaria aquela canção
Que detesta mas engole.

Eu teria a noite toda
Pra provar que estou certa
Pois só com os olhos
O mostraria todo o mundo.
Recolheria o meu choro
Que o embriaga certas horas,
Realizando, ingênua,
Seu desejo mais profundo.

E na manhã seguinte
O adeus seria breve
Pra poupar o meu coração
Enquanto o dele, não...
Maria Clara Dunck
Enviado por Maria Clara Dunck em 28/07/2006
Código do texto: T203954

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Clara Dunck
Goiânia - Goiás - Brasil, 30 anos
73 textos (4623 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 22:30)
Maria Clara Dunck