Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"Se o seu primeiro e último pensamento encontrar um destino,
se sentir uma vontade louca de transpor o tempo,
se notar que seus olhos buscam sempre o mesmo olhar, e
que não é mais o dono de suas vontades, e sim seu coração...
Preste atenção:
Está vivenciando os sinais da chegada do Amor!"

Assim disse o poeta, e ainda que não me responda, pergunto-lhe:
- Porque há sofrimento no amor, se sua abordagem é tão cheia de encanto?
Chegamos a nos sentir tão protegidos quando o conhecemos, e
tão “órfãos” em sua trajetória?
Se esse mesmo amor que nos faz sentir “nas nuvens” assim que aparece, por vezes faz-nos sentir o chão faltar...

Dono das mudanças esse amor!
É brisa e tempestade,
É riso e choro,
É alegria e dor.

Ah! Poeta...
Deveria ter ido mais além...
Aponta-nos a rosa, descartando seus espinhos.
Mostra-nos o mar, ignorando sua fúria.

Quisera o Amor não ser tão somente a estrofe primeira,
Quisera ser o Amor uma poesia sem fim...
ziza Silvestre
Enviado por ziza Silvestre em 29/07/2006
Reeditado em 29/07/2006
Código do texto: T204443

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
ziza Silvestre
Ourinhos - São Paulo - Brasil, 53 anos
217 textos (14087 leituras)
1 e-livros (52 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 18:45)
ziza Silvestre