Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SOL DA MANHA


                       eugenio malta

bato o ponto todo dia na hora do trabalho
o sol levanta a manha dentro de mim
repito o caminho largo mas, sei do atalho
na rotina de onde vim
cumpro contra a aurora esta dormência
que anestesia minha múltipla possibilidade
vence em mim a decência
de dar tradição a seleta continuidade
o sol levanta apesar das diferenças
e’ oposto a neve que cobre tudo
a noite que dorme os meus sonhos
perde na manha seu sobretudo
saio jovem para o dia que me proponho
surpreendo-me com inesperadas ofensas
para as quais nunca tive escudo
meu dia-a-dia não depende de crenças
e pra ele nunca tive estudo
cumpro o corpo da tarefa orgânica
assim como a hora do prato a mesa
o ônibus no ponto e a certeza
de que a orquestra iniciara’ a sinfônica
será que este baile de vida sincrônica
esta’ nos levando para dentro do dia?
dia que menos repõe do que nos esvazia?
ou será que a neve e a noite que me cobria
ainda vai acabar congelando ate’ o que iludo
nublando sol da manha e deixando-me mudo?









Eugenio Malta
Enviado por Eugenio Malta em 29/07/2006
Código do texto: T204452
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Eugenio Malta
Estados Unidos, 71 anos
196 textos (6217 leituras)
16 áudios (1255 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 17:09)
Eugenio Malta